Blog do Quesada

Busca

03/04/2010

Morumbi... É ou não é?

As dúvidas sobre o futuro do Morumbi, palco paulistano da Copa 2014, geram muitas incertezas e um mal-estar entre os que participam da organização do evento.

A declaração de Ricardo Teixeira confirmando mais um veto da Fifa ao estádio tem outro significado, na visão de um dirigente do São Paulo FC. O vice Carlos Augusto de Barros e Silva, Leco, tem certeza que a disputa pelo poder do futebol nacional, envolvendo a eleição do Clube dos 13, tem um peso preponderante quando se fala de Morumbi na Copa 2014: “Sem dúvida nenhuma, claro que sim. Existe um viés político visto por todos. Normal que aconteça”.

Uma contribuição negativa para aumentar os boatos contra o projeto-Morumbi tem sido alimentada pelo secretário geral da Fifa, Jerome Walcke, que muda de posição a cada dia.

Em época de semana santa, o diretor do São Paulo João Paulo de Jesus Lopes ironiza Jerônimo Walcke, com muito humor: “Por que nos persegue, Jeremias**, por quê? Nós confiamos na última informação de que o Morumbi vai receber os jogos da Copa”.

O SPFC mostra temor com a entrada de outro projeto, o chamado plano B. O Corinthians com o apoio da Federação paulista de futebol, ergueria uma nova arena, posteriormente aprovada pela Fifa para os jogos da Copa. O presidente corinthiano Andrés Sanchez garantiu que "em dois anos levantamos um estádio".

Jesus Lopes alerta que “o governo de São Paulo garante que o Morumbi é o estádio da Copa e não vai investir em outro estádio. Se for outro estádio, a iniciativa privada seria a responsável”.

A Fifa poderia acabar com a polêmica ao responder oficialmente se o Morumbi é ou não a sede do Mundial de 2014. E ponto final.

 

** Jeremias foi um dos profetas do antigo testamento.

Por Leandro Quesada às 20h54

02/04/2010

Roberto Carlos: “Difícil como a Copa do mundo”

A trajetória do Corinthians até o título da Libertadores será construída com muito suor na opinião do lateral esquerdo: “Não tem time bobo. Todos são complicados, até os considerados fracos”.

As barreiras já foram mostradas nesta primeira fase do torneio: equilíbrio técnico, times defensivos e muita força física.

Roberto Carlos prevê que a partir da segunda fase, a Copa Libertadores ficará “difícil como a Copa do Mundo”.

Para conquistar matematicamente a vaga, o lateral esquerdo considera “bom” o empate no Uruguai contra o Racing e depois a vitória para garantir “a primeira posição” na última rodada, contra o Independiente de Medellín, em casa.

Por Leandro Quesada às 13h23

Parreira sugere novos estádios na Copa 2014

O tetracampeão do mundo cita o velho Wembley como o exemplo de um tradicional estádio (palco da final do mundial de 66) que foi demolido e deu lugar a outro novíssimo: “Wembley foi derrubado e ninguém reclamou”.

Os três maiores estádios brasileiros, Maracanã, Mineirão e Morumbi passarão por enormes reformas. Parreira lembra que “a Fifa é muito exigente” e vai acompanhar tudo de perto.

Com cinco copas no currículo, Parreira rodou o planeta e viu todos os tipos de arenas esportivas. “Eu preferia estádios novos em Minas, Rio e São Paulo”, completou.

Na entrevista que concedeu ao Jogo Aberto da Band, o atual técnico da África do Sul defendeu a construção de estádios como fizeram a Alemanha e agora a própria anfitriã de 2010: “A África do Sul fez cinco novos estádios, que estão entre os melhores do mundo”.

Por Leandro Quesada às 12h37

31/03/2010

Koff não terá os votos de três clubes

Nas contas do staff do atual presidente do Clube dos 13 apenas três times não estarão ao lado dele na próxima eleição da entidade.

Corinthians, Vasco e Cruzeiro deverão apoiar o opositor, Kléber Leite.

Koff tem um documento assinado por vários clubes e dá como certo o apoio do Flamengo que coloca Patrícia Amorim como vice da chapa, Botafogo, Fluminense, São Paulo, Palmeiras, Guarani, Lusa, Internacional, Grêmio, Atlético-PR, Coritiba, Goiás, Vitória, Sport, Bahia e Atlético-MG.

Ele ainda espera o sinal positivo do Santos.

Ironicamente, os partidários da oposição também garantem que mais de dez clubes manifestam a preferência por Kléber Leite.

Não tenho bola de cristal para responder quem ganhará a cadeira de presidente mas uma coisa é certa: vai faltar voto, pois se somarmos todos que foram prometidos ultrapassamos o número de trinta, sendo que “apenas” vinte terão direito de participar da escolha.

Por Leandro Quesada às 16h44

30/03/2010

Kléber Leite quer apoio do Flamengo

O candidato da oposição na eleição do clube dos 13 revela não ter conversado com Patrícia Amorim: “Não falei com ela ainda por falta de tempo. É claro que desejo contar com a ajuda do meu time”.

Kléber tem o apoio de gente de peso como Ricardo Teixeira (presidente da CBF), João Havelange (ex-presidente da FIFA), J. Hawilla (um dos maiores empresários do Brasil) e da TV Globo. No futebol paulista, Corinthians, Palmeiras, Santos apontariam para o mesmo caminho, algo contestado pelos que apóiam o atual presidente Fábio Koff.

Do outro lado, o São Paulo FC e Eurico Miranda estão com Koff. Se Eurico está com Koff, a tendência é de que o Vasco fique propenso a reforçar a candidatura da oposição. “Não vejo desta forma com Eurico ao lado de Koff. O Roberto Dinamite vota no candidato que puder fazer algo pelo clube dele”, acredita.

Na posição do atual presidente da CBF, Ricardo Teixeira, de apoiar Kléber Leite, esconde-se o plano de se candidatar ao cargo máximo da FIFA. “Não é a prioridade de Ricardo, não. Os projetos dele são as Copas da África do Sul e aqui no Brasil”, desconversa o ex-presidente do Flamengo em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Será?

Por Leandro Quesada às 20h56

Sem revanche contra as firulas santistas

O “chapéu” colocado por Neymar em Chicão é uma das cenas que ficam marcadas para sempre.

Os corinthianos – jogadores e torcedores – não gostaram da atitude do jovem atacante na jogada parada durante o duelo deste primeiro turno. Os santistas vibraram com a molecagem, enquanto o adversário ficou furioso com o que chamou de “falta de respeito”.

O mundo do futebol gira e quem sabe os dois times não se encontrem na semi ou na decisão do Paulistão.

As firulas e brincadeiras dos meninos da Vila dividem as opiniões nas rodas de discussão do futebol. Em uma delas, no programa Esporte em Debate da Rádio Bandeirantes, o zagueiro Paulo André e o meio-campista/ala Wesley discutiram o tema.

O homem da zaga do Corinthians descartou qualquer revanchismo no possível encontro na próxima etapa do Paulistão: “Vai ter menos molecagem desta vez. Acho que Neymar não pode fazer aquilo com a bola parada, passou do limite. Com o tempo ele vai aprender a respeitar os colegas. O Santos é o time do momento e queremos vencê-lo. Eles são favoritos, acham que serão campeões e nós podemos usar isso a nosso favor”.

O santista Wesley abusou da ironia, mas depois falou sério: “Foi uma forma gentil de Neymar entregar a bola para o Chicão. Quem tem habilidade faz, quem não tem fica olhando. Neymar vai aprender com o tempo”.

Por Leandro Quesada às 00h12

28/03/2010

Corinthians espanta crise; São Paulo aumenta pressão

O resultado do clássico muda os cenários das duas equipes.

Um belo chute no mau momento foi dado pelo Corinthians que segue na briga por um lugar na semi do Paulistão. O tricolor, se não tivesse perdido, estaria bem perto da vaga e também tiraria o timão da disputa.

O futebol é mesmo baseado nos resultados. O jogo foi bom, o tricolor reagiu mas o Corinthians se superou. Um ganhou, outro caiu. Quem vence vai respirar os ares da calmaria e quem tropeça sofrerá os danos. Pressão ou tranquilidade que acabam ou persistem até a próxima partida.

A semana será importante para ambos. O time de Ricardo Gomes tenta definir de vez a classificação para a segunda fase da Libertadores. Idem para a equipe de Mano Menezes.

No Paulistão, o São Paulo depende dele apenas para chegar à outra etapa. O Corinthians terá de vencer os dois jogos que restam e torcer por tropeços do Grêmio Prudente.

Por Leandro Quesada às 22h28

Os segredos de Corinthians e São Paulo

Nos últimos anos os técnicos têm apostado nos treinamentos fechados aos jornalistas, evitando que informações “preciosas” possam ser veiculadas por jornais, rádios e TVs.

No caso das imagens as jogadas ensaiadas, o posicionamento tático e as cobranças de falta e escanteio podem ser registradas em reportagens e observadas melhor pelo oponente antes do jogo.

Mesmo com todo o mistério, em campo vejo cada vez mais um futebol sem novidades, a não ser o Santos de Dorival e cia.

Uma contradição é ouvir que nenhum clube surpreende mais o outro, mas os treinadores insistem nos segredos. Eu não entendo.

Alguém vai lembrar a preparação da seleção brasileira em Weggis, na Suíça, quando os treinos do time de Parreira estavam abertos para todo mundo, até cinegrafistas a serviço dos outros selecionados filmavam todas as ações. Tal abertura ajudou a eliminar o Brasil no duelo com a França em 2006. Mas na Copa de 2002, diariamente todos acompanhavam a equipe de Felipão e nem assim o penta escapou.  

São Paulo e Corinthians fizeram treinos secretos antes do clássico. Vai resolver algo? Eu espero apenas que o futebol não fique guardado a sete chaves.

Por Leandro Quesada às 01h41

Sobre o autor

Repórter e apresentador da rádio e TV Bandeirantes desde 1995, Leandro Quesada cobre os principais eventos da emissora. São 3 Copas do Mundo (1998, 2002 e 2006, além de coberturas jornalísticas de Campeonatos Brasileiros, Copas do Brasil, Estaduais, Libertadores, Mundiais de Clubes, Liga dos Campeões, eliminatórias da Copa, amistosos da seleção, Copa América, entre outros. Na Rádio Bandeirantes, é repórter e também apresentador do programa Esporte em Debate desde 1999. Na TV, é um dos comentaristas do Jogo Aberto, programa da Band, comandado por Renata Fan. Em 2002, ganhou o prêmio de melhor repórter esportivo dado pela Aceesp - Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo. O jornalista ainda foi um dos informantes da CPI CBF-Nike - que investigou o submundo do futebol brasileiro.

Sobre o blog

Paulistano nascido no bairro histórico do Ipiranga, criado na República da zona leste da capital, torcedor do Juventus da Mooca, Quesada trará matérias especiais e notícias exclusivas dos bastidores do futebol.