Blog do Quesada

Busca

14/05/2010

Seleção: o grande negócio da CBF

Nenhum clube ou entidade esportiva no Brasil ganha tanto dinheiro quanto a CBF. Com a apresentação do novo patrocínio da empresa Nestlé, a confederação brasileira de futebol alcança a receita de cerca de 18 milhões de reais por mês, se somados todos os parceiros.

Ao todo são dez patrocinadores: Nike, Itaú, Vivo , Ambev, TAM, Gillete, Volkswagen, Grupo Pão de Açúcar, Seara, Nestlé. E ainda a Traffic que atua na publicidade estática. Mais um vem por aí, possivelmente na área de eletrônicos.

Se a CBF tivesse o mesmo cuidado com o clubes brasileiros e as competições que organiza, certamente teríamos torneios mais destacados como aqueles que existem na Europa. A entidade trata a seleção brasileira como a ¨menina dos olhos¨ e os times são os ¨patinhos feios¨.

Por Leandro Quesada às 20h47

Muricy: respaldo total no Flu

O vice de futebol do Fluminense garante que o técnico pode ¨perder 20 jogos¨ que mesmo assim continuará no cargo. Muricy Ramalho é ¨um dos melhores treinadores¨ do Brasil na opinião de Alcides Antunes.

Antunes reconhece que a pressão por resultados é muito grande nas Laranjeiras mas Muricy terá tempo para colocar em prática o trabalho vitorioso. O Flu ainda não venceu sob o comando do tricampeão brasileiro.

O plano do clube é buscar reforços. Cléber Santana, do São Paulo e Edinho do Palmeiras são dois nomes na pauta. Por outro lado, Jorge Henrique, Moraes e Tcheco do Corinthians estão descartados afirmou o dirigente. Antunes promete a permanência do atacante Fred durante a janela de transferência para o exterior, em julho e agosto.

Por Leandro Quesada às 23h55

Santos e SP com as mãos nas vagas

O São Paulo colocou as duas mãos na vaga para as semifinais da Libertadores com uma vitória magnífica em BH. O Cruzeiro terá de jogar tudo e mais um pouco para seguir no torneio. O tricolor foi o senhor do duelo no Mineirão.

Já o Santos é assim, mesmo quando perde o time estufa as redes adversárias com muitos gols. Veja o que aconteceu nos jogos contra Palmeiras, Santo André e agora o Grêmio. Dorival Júnior já havia dito que a ofensividade traria riscos. Os meninos dependem de uma vitória para disputar a final da Copa do Brasil.

Por Leandro Quesada às 23h51

12/05/2010

São Paulo reencontra um velho carrasco

Se no confronto histórico de jogos com o Cruzeiro, o tricolor leva vantagem (26 vitórias contra 16), mas o mesmo não acontece quando enfrenta os mineiros em duelos mata-mata.

Em cinco encontros, o time do Morumbi levou a melhor apenas uma vez: em 93, na Recopa Sulamericana.

Nas outras vezes, o Cruzeiro construiu uma bela vantagem. Os cruzeirenses tiveram sucesso contra os paulistas na Copa do Brasil (93), Supercopa (95), Copa do Brasil (2000) e Libertadores (2009).

Velho carrasco que cruza novamente o caminho da equipe de Ricardo Gomes.

No jogo desta noite aqui em Belo Horizonte, o time da toca da raposa se sustenta no retrospecto de ter vencido as cinco partidas que disputou no Mineirão na atual Libertadores.

Espero uma grande partida em BH, com Ceni e Fernandão do lado do tricolor. E o convocado Gilberto, além dos ex-são-paulinos Kléber e Thiago Ribeiro, pelo Cruzeiro.

Por Leandro Quesada às 15h47

11/05/2010

Bom-mocismo embala ¨Família Dunga¨

Dunga manteve o discurso e não trouxe nenhuma surpresa na convocação dos 23 jogadores. O técnico reforçou que o bom comportamento dos atletas foi fundamental na hora da escolha. Um recado direto para Adriano, por exemplo, a maior ausência na lista.

As noitadas, os encontros no morro com traficantes e as faltas aos treinos do Flamengo tiraram o imperador da Copa. A porta se abriu para Grafite, do Wolfsburg, da Alemanha, a maior surpresa de Dunga.

Dunga contrariou a opinião pública e não deu bola para o clamor popular. Certamente deixou muita gente insatisfeita mas teve a dignidade de não mudar os conceitos que sempre defendeu nestes três anos de seleção brasileira.

Neymar, Roberto Carlos e Fred estão fora do mundial. Na lista de espera, no entanto, o técnico alimenta uma última esperança para Ronaldinho Gaúcho e PH Ganso.

O bom-mocismo emplaca definitivamente o conceito de grupo criado por Dunga e Jorginho.

 

Por Leandro Quesada às 18h12

Zagallo não levaria Ronaldos, RC e meninos da Vila

O mito Mário Jorge Lobbo Zagallo em entrevista à rádio Bandeirantes defendeu o trabalho feito pelo colega Dunga.

Zagallo não acredita em novidades na convocação final para a Copa da África do Sul.

Nomes cotados como Neymar e PH Ganso não seriam convocados pelo velho lobo por causa da ¨pouca idade e pelo fato de não terem sido chamados nenhuma vez¨ até aqui para defender o time principal do Brasil.

Ronaldinho Gaúcho estaria fora por ¨não ter condições orgânicas¨ para armar as jogadas.

O corinthiano Roberto Carlos ¨pela idade avançada¨ é outro que não disputaria a Copa se Zagallo fosse o treinador.

Por fim, Ronaldo fenômeno nem mesmo pelo primeiro semestre que teve em 2009 teria espaço na seleção. ¨Eu sempre fiquei na torcida pelo Ronaldo na seleção brasileira, mas ele não tem mais condições físicas ideais para um atleta¨, encerra Zagallo.

Por Leandro Quesada às 00h57

10/05/2010

Roberto Carlos: ¨Vou dar cambalhotas¨

O lateral pentacampeão do mundo alimenta a expectativa de ser chamado pelo amigo Dunga para disputar a Copa do mundo.

Estou jogando meu futebol, com 37 anos e disposição. Vivi dezesseis anos na seleção brasileira e ganhei tudo. Se tiver meu nome na lista vou dar cambalhotas na avenida Paulista”, promete o corintiano.

Roberto Carlos tem história no time brasileiro: três Copas, duas finais e um título, além de 132 jogos.

Penta mundial na Ásia como Roberto, o meia-atacante Ronaldinho Gaúcho a toda hora se diz preparado para jogar pelo time nacional.

Na outra ponta estão jovens que ainda não vestiram a camisa principal do Brasil. Apreensivos estão os santistas que querem na África do Sul ao lado de Robinho, os meninos Neymar e PH Ganso.

Os torcedores do Fluminense torcem pela convocação de Fred, ao mesmo tempo em que os flamenguistas esperam pela confirmação do imperador Adriano.

Por Leandro Quesada às 21h07

09/05/2010

Brasileirão será coadjuvante da Copa da África

Não tem muito cabimento um dos campeonatos nacionais mais disputados e equilibrados do planeta sofrer uma parada forçada por conta da realização do Mundial sul-africano.

Sete rodadas serão feitas antes e trinta e uma depois da Copa.

Não estou defendendo aqui a disputa simultânea e a concorrência com a seleção brasileira, não! Mas o Brasileirão deveria ter início depois do evento organizado pela FIFA. Simples!

A CBF e o Clube dos 13 perderam uma grande chance de provocar um interesse maior pela competição nacional, de valorizar o produto e não assinar o atestado de que o Brasileirão ficou mesmo em segundo plano no nosso calendário.

Alguém vai defender que isso não seria possível por falta de datas. Então que se mudasse o formato, especialmente, no ano de Copa.

Vamos lá! O Brasilerão 2010 tem 20 clubes de nove estados diferentes, quase 400 jogos e pela oitava vez consecutiva por pontos corridos em turno e returno.

Com futebolistas de todas as gerações: Neymar do Santos, 18 anos, campeão paulista, é o principal representante dos novatos. Do outro lado, Ronaldo do Corinthians, 33 anos e oito operações pelo corpo, dono do passado fenomenal de quatro Copas do mundo. Campeonato com mais gente boa: Robinho, Adriano, Roberto Carlos, Fred, Love, Ricardinho, PH Ganso, Tardelli, Kléber, Marcos, Rogério Ceni, Dodô, Carlos Alberto, Hernanes.

Muricy Ramalho, tricampeão e Luxemburgo com dois títulos na era pontos corridos também estão aí. Também Dorival, Mano, Rogério Lourenço, Ricardo Gomes, Joel, Fossatti, Adilson, Antônio Carlos, Silas, Geninho...

Bom proveito!

Por Leandro Quesada às 01h00

Sobre o autor

Repórter e apresentador da rádio e TV Bandeirantes desde 1995, Leandro Quesada cobre os principais eventos da emissora. São 3 Copas do Mundo (1998, 2002 e 2006, além de coberturas jornalísticas de Campeonatos Brasileiros, Copas do Brasil, Estaduais, Libertadores, Mundiais de Clubes, Liga dos Campeões, eliminatórias da Copa, amistosos da seleção, Copa América, entre outros. Na Rádio Bandeirantes, é repórter e também apresentador do programa Esporte em Debate desde 1999. Na TV, é um dos comentaristas do Jogo Aberto, programa da Band, comandado por Renata Fan. Em 2002, ganhou o prêmio de melhor repórter esportivo dado pela Aceesp - Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo. O jornalista ainda foi um dos informantes da CPI CBF-Nike - que investigou o submundo do futebol brasileiro.

Sobre o blog

Paulistano nascido no bairro histórico do Ipiranga, criado na República da zona leste da capital, torcedor do Juventus da Mooca, Quesada trará matérias especiais e notícias exclusivas dos bastidores do futebol.